PAGO OS MEUS PECADOS POR TER ACREDITADO QUE SÓ SE VIVE UMA VEZ


Por: Djane Assunção - @mestre_djane

Quando nos apaixonamos por uma pessoa facilmente nos tornamos seres acomodados com a ideia de liberdade. O sentimento de ser importante para alguém embriaga nossa mente de satisfação (mas talvez seja só solidão). Torna-nos seres sensíveis capazes de transformar palavras supérfluas em poéticas sinestesias (acreditando que só se vive uma vez).

Mas e se a essência da paixão não passar de uma ilusão? Uma mera tentativa de enganar aquilo que mais tememos? O medo do vazio e do esquecimento (medo de ser mais uma das janelas sem luz. O que não é nada de anormal).

Sabe, chega determinado momento da vida que precisamos definir o que verdadeiramente levaremos para a morte (não apenas aceitar um viver em vão, fingindo que tudo não foi mal). Antes de mais nada, é necessário valorizar-se! Entregar-se apenas ao desejo de viver, e não às vontades do orgulho. Paixões vem e vão, mas a vida é única (sem tempo para ficar contando pecados).

A maior beleza que podemos adquirir é manter perto as pessoas que nos valorizam por aquilo que somos (nas altas madrugadas, quando já é tarde demais). E principalmente que não temem enfrentar os desafios conosco, aceitando o peso de se entregar aos sentimentos. Aqueles que valorizam o orgulho acima de qualquer coisa merecem viver iludidos (com a ideia que o passado ainda vai voltar).

Mas que verdade seja dita! No fim das contas somente nós mesmos somos responsáveis pelos nossos medos. Ou os assumimos como parte de nós ou viveremos presos a ideia de uma liberdade que não existe. Uma vida falsa (e o preço que se paga por isso é alto demais).

*Texto inspirado na canção O Preço – Engenheiros do Hawaii.

Música sugerida para este texto: O preço – Engenheiros do Hawaii

2 comentários:

  1. Muito bom seu modo de pensar, Djane, fiquei refletindo aqui... não consigo comentar mais que isso.
    Enfim, parabéns, Ceará

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pra compreender melhor tem que escutar a música dos Engenheiros do Hawaii. Obrigado mano e abraços!!!

      Excluir

Tecnologia do Blogger.