Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2015

DESGESSINGERIANDO: LUZ - ENGENHEIROS DO HAWAII

Imagem
Luz é a faixa de número 16 do álbum Novos Horizontes, que é um DVD e CD ao vivo da banda gaúcha. Foi um álbum Gravado no Citibank Hall em São Paulo, no ano de 2007.

A música seria baseada em um monólogo em que o eu lírico (na figura de um homem) extravasa de maneira razoavelmente ordenada seus pensamentos e emoções. Na situação que se enquadra a canção, o eu lírico faz questionamentos acerca das características de uma possível paixão por uma mulher. Essa mulher estaria distante dele, portanto, é provável que nosso protagonista esteja movido por um anseio de angústia proporcionado pela saudade. Há um foco em especial nos olhos da sua amada. A construção da letra da canção também traz à tona metáforas que fazem alusão a conceitos e questionamentos que envolvem a ciência, seus métodos de análise e observação.
Onde estão teus olhos? Agora que tô bem na foto, agora que achei o foco. Onde estão teus olhos?
A primeira estrofe da música começa e termina com um questionamento acerca da caracterís…

TODO HOMEM TRAI? PARTE II - FINAL

Imagem
Quando caminhava em direção ao banheiro masculino, o aparelho celular de André começou a tocar. Era sua namorada ligando para ele. O jovem por um instante hesitou e decidiu não atender a chamada, deixando o som imponente do Linkin Park ecoar por alguns minutos interruptos pelo silêncio que até então, habitava o lugar. Ao sair do banheiro, ele retornou ao quarto que guardava as mochilas e decidiu dormir por ali mesmo. Apagou a luz e se encostou rente à parede, posicionando sob a cabeça, de forma semelhante a um travesseiro, uma das mochilas que por perto estava. Começou a pensar no sorriso receptivo que a moça com que conversava há poucos instantes possuía, era a única coisa que sua mente insistia em impor aos seus pensamentos, esses que André tentava inutilmente não imaginar.
Depois de cinquenta e seis minutos lutando contra a insônia e o cansaço, André desistiu de tentar dormir. Levantou-se, abriu a porta e foi andando de volta a área onde se localizava a piscina principal. Ao chegar …

TODO HOMEM TRAI? PARTE I DE II

Imagem
André tinha vinte e dois anos e era um rapaz bonito para os padrões da época. Fazia um bom tempo que ele não dormia, passou parte da última madrugada sentado no gramado, olhando o céu e refletindo se as suas escolhas o tornavam alguém melhor, ou apenas ele estava agindo de uma maneira que muitos iriam o denominar de idiota. Na noite que ficara sem dormir, enquanto organizava seus inúmeros pensamentos, segurava em uma de suas mãos uma latinha de aguardente que estava com menos da metade do líquido. Era visível que André estava parcialmente embriagado e não necessitava muita observação para notar isso.
[...]
Eram por volta das vinte duas horas, praticamente todos do local ainda estavam acordados, mesmo os que não estavam sóbrios. André estava jogando cartas junto a três dos participantes da festança que estava no seu segundo e último dia. Após perceber que suas cartas não o ajudariam na rodada atual, ele decidiu abandonar a partida. Devolveu o baralho à mesa e caminhou em direção ao quart…