Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2014

ÍMPETOS DE UM CREPÚSCULO

Imagem
Por: Djane Assunção - @mestre_djane
As paredes dos muros se encontram molhadas, pintadas com lágrimas de chuva que demonstram calor ao expelir vapor diante dos olhos do espectador.
O que ele está fazendo ali? Ele deveria ter ido embora. Por que não partir se já chegou a hora?
A tarde cai, a noite vem, trazendo espíritos do além, para perdoar os moribundos da terra, os exilados de guerra, os que atiram pedra na cruz, em Deus e em Jesus.
Mas ele não vai? O que podemos fazer? Talvez vê-lo crescer e rezar para não desaparecer seu carma, sua alma, seu lençol, sua cama. Para não se afogar no mar de lama e ser apenas outro que repele a dor em um martírio de horrores. Se ao menos tivesse pétalas de flores...
A tarde cai, a noite vem, trazendo a visão dos que creem em alguém que olha por eles no caos ou na paz, e além do epitáfio de um túmulo escuro que diz “aqui jaz”!
E os muros? Continuam em pé, duros como se enxergassem o mundo ao seu redor. São crentes espectadores do momento, transmitem amor e …

TURNO

Imagem
Por: Djane Assunção - @mestre_djane

Há dezenas de olhos observando. São tantos olhares insensíveis e fixos que o mais singelo movimento que o corpo faça apresenta em si um desconforto provocado pela angústia de estar sendo diametralmente o centro das atenções, mesmo que esteja inteiramente solitário.
A sala com luminosidade a meia luz tem cerca de uns dez metros de largura por uns quinze de comprimento. Em quase toda posição que a visão se direcione irá ao encontro de rostos tão intimidadores que parecem estarem realmente vivos, sempre sentinelas a inquietação da alma humana. Ao longe é possível escutar com certa dificuldade um diálogo bem delineado, com pausas certas e respostas seguras, possivelmente seja alguma telenovela.
Preenchida com a presença de frontes que variam entre formas zoomórficas e humanas as paredes do local possuem uma iluminação articulada em pontos pré-determinados. Pequenas lâmpadas com tons de cores fortes estão posicionadas de forma a iluminar apenas um campo de …

EXTRAINDO SIGNIFICADOS: ROOKMAAKER - PALAVRANTIGA

Imagem
"Rookmaker" é a décima segunda faixa do álbum "Esperar é Caminhar", lançado no ano de 2010 pela banda mineira de rock alternativo Palavrantiga.
Eu leio Rookmaaker, você Jean-Paul Sartre
A música começa com um personagem citando em primeira pessoa do singular características artístico/literárias que se diferenciam entre ele e um possível interlocutor. Neste diálogo ele esclarece a diferença de leitura ideológica que ambos possuem. É como se ele estivesse dizendo isso para ressaltar o quanto diferente e contraditórios são os seus pensamentos para com o do seu ouvinte.
Obs. 01: Rookmaaker: Henderik Roelof “Hans” Rookmaaker foi um escritor holandês adepto ao cristianismo. Escreveu a respeito da ambiguidade sobre a arte entre os cristãos e da ambiguidade sobre a fé entre os artistas. Para ele, qualquer discussão sobre o papel da arte deve ser precedida por uma afirmação básica: a arte não precisa de justificativa - nem por motivos religiosos ou propósitos evangelísticos,…