Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2014

QUEM?

Imagem
Às vezes costumo sentar à beira da calçada observando o movimento dos gatos que me cercam implorando por um leve carinho em seus pequeninos pescoços, peludos e quentinhos, esses que hora dá uma vontade de apertar bem forte e não largar de tão confortáveis que são. Infelizmente, em seguida, uma aflição toma conta do meu ser, semelhante a uma chuva forte que encerra subitamente um belo dia de sol. Porém, se a vista fosse elevada se poderia prevê o temporal que se aproximava pouco a pouco. Da mesma forma que uma tempestade pode ser antevista, meu sentimento que aparenta ser algo repentino, tinha total condição de ter sido notado antes.
Quando consigo me concentrar em algo, vem à lembrança do cheiro dela. Dos meus lábios percorrendo aquele corpo, de suas mãos me arranhando levemente, enquanto me inebrio no calor daquele forte abraço. Assim como as chuvas do verão interiorano, esses momentos percorrem constantemente o meu cotidiano e quando percebo, já estou pensando nela. Eu sabia que isso…

DESGESSINGERIANDO: NA VEIA - ENGENHEIROS DO HAWAII

Imagem
Nesta música nosso homem (vamos classificar o personagem assim) aparenta estar passando por um momento de descobertas do seu verdadeiro eu. Penso essa música como um autodesabafo. Supõe-se que após algum tempo de o fim de um relacionamento, o nosso personagem descreva o momento atual de sua vida de uma maneira que é como se ele estivesse falando para a mulher que antes era sua parceira.
Se você perguntar por mim, vão dizer que eu ando muito estranho, vão dizer que eu ando por aí, quando você perguntar por mim

Acredito que esse relacionamento mexeu forte com os seus sentimentos e após um suposto término, seu estilo de vida foi envolvido por todo o remorso criado posteriormente a tal fato. É comum isso acontecer quando se amou verdadeiramente alguém. Não da pra esquecer! Os sonhos, as músicas, os textos de amor, momentos que despertam lembranças e que podem vir a interferir no comportamento de vida de uma pessoa.

Quando se está atormentado por algum problema, é quase impossível esconder a …

EXTRAINDO SIGNIFICADOS: O ÚLTIMO ROMANCE - LOS HERMANOS

Imagem
Bom, é preciso dizer que a composição do Rodrigo Amarante tem diversas interpretações distribuídas pela internet. Essa análise que fiz é original, vinda do sentimento que a música passou para mim. Pode ser que até encontrem outras bem mais legais (garanto que tem), mas quis ser autêntico. O ultimo Romance seria um amor eterno que um casal acredita estar vivendo. Último por que nosso cara (iremos tratar o personagem principal como um homem) entende que não irá mais precisar amar outra pessoa, logo encontrou a mulher que ele está determinado a passar o resto de sua vida. Obs. 01: Ao fim da análise vejam o vídeo, foi uma edição bem legal que fizeram com essa música, e ilustra mais ou menos o que eu quis passar :3 Eu encontrei quando não quis mais procurar o meu amor, e quanto levou foi pr'eu merecer, antes um mês e eu já não sei
Desiludido, desacreditado para com a paixão! Assim se encontrava o nosso personagem da canção, até o momento que uma nova pessoa surge em sua vida. Aquela que re…

EXTRAINDO SIGNIFICADOS: SINÔNIMOS - CHITÃOZINHO E XORORÓ/ ZÉ RAMALHO

Imagem
Primeiramente, é preciso dizer que "sinônimos" é trabalho de um cantor, compositor e jornalista chamado Cláudio Noam. A princípio, era uma música feita exclusivamente para dupla Zezé di Camargo e Luciano, no entanto, por obra do destino, ela foi parar nas mãos de outra dupla: Chitãozinho e Xororó.
A canção é a segunda faixa do álbum "Aqui o Sistema é Bruto", lançado em 2004 pela dupla paranaense Chitãozinho e Xororó. A música "Sinônimos" contou com participação especial do cantor paraibano Zé Ramalho. Nem preciso dizer o quanto essa mistura deu certo.
De maneira geral, eu diria que "Sinônimos" está falando de questões ligadas a um relacionamento amoroso entre parceiros, amantes, namorados, etc. Basicamente, repassa a mensagem de que as pessoas precisam entender que a palavra amor só pode ser definida pelos sentimentos e atitudes que a cercam.
Quanto o tempo o coração leva pra saber, que o sinônimo de amar é sofrer
Com o tempo, o coração (a pessoa qu…

O DEPOIS DE UM NÃO

Imagem
Pensamentos se tornam tão pesados que palavras não podem mais ostentar poder. As ações por mais simples que sejam, são sempre reprimidas por um orgulho que fere o coração, mas alimenta o ego. Acontecimentos pós-aversão passam a ser a pior tortura que os homens possam sentir. Não é uma tortura física, mas algo que corrói a alma lentamente, como uma ferida exposta que é vagarosamente comida por insetos. Uma ferida que pode ser controlada com muito esforço e dor.
A odiosidade a outra metade é algo inevitável. Por mais que o elo entre ambas as partes ainda exista, o esquecimento é tratado como o caminho principal, enquanto a curva de retorno é cotidianamente reprimida por aquele mesmo ego. Aos poucos, o breu vai sendo invadido por pequenos focos de luz. Luzes que incidem diretamente sobre a ferida aberta, muitas vezes diminuindo a dor e outras tantas rasgando diretamente a carne, aprofundando cada vez mais o ferimento.
É muito difícil controlar os sentimentos nesse momento, uma vastidão de …

QUARTO DE DORMIR

Imagem
Acordar sozinho é algo deprimente, tão igual quanto ver seu time de futebol sendo escalado com três volantes e precisando muito ganhar. Tudo bem, a comparação pareceu ridícula, mas quem costuma se deparar com essas situações sabe como é consternador. Porém, em um jogo de futebol, no decorrer da partida é possível substituir determinado jogador, podendo modificar completamente o comportamento da equipe, e consequentemente uma possível mudança do resultado final do jogo. Diferente dos participantes de uma partida futebolística, o destino não proporciona substituições ao passo que nossas vontades assim possam desejar.
O quarto que um dia foi encoberto com o ébrio da sedução, parece tão fosco que nem mesmo o albedo das paredes recém-pintadas de branco dá vida as cores da solidão. Dormir sozinho, acordar sozinho, amar sozinho, tudo isso quase nunca é uma escolha, mas sim uma imposição desconfortante. A cama de casal mais parece um recôncavo de esquecimento do que propriamente um lugar de de…